São Paulo, SP, Brazil
Mãe, filha, irmã, amiga, atriz. Escrevo meus pensamentos, minhas angustias, meus encantos e desencantos. Interpreto pessoas, formas, vida. Leio de pouco um tudo e decoro textos, rostos, amores. Viajo distante pra dentro e fora de mim. Meu senso de justiça não permite que eu seja boazinha, mas também não sou má. Acredito sempre que existe recuperação em seres realmente humanos. Apaixono e desapaixono com facilidade, mas amo incondicionalmente. Acredito em fantasias, fadas e tudo que possa fazer bem para a alma, mas elevo meus pensamentos, agradecimentos e desejos a Deus. Cristiane Rosa (A Puguinha)

Publicações

terça-feira, 31 de maio de 2011

Eu sou um gado?



Foi assim que eu me senti hoje, não com dúvida mas com a certeza de que estava sendo trasportada como um animal.
Algumas pessoas são tratadas como animais porque agem como tais, mas eu NÃO! Hoje me senti humilhada por pagar tão caro em um trasporte público defasado e ser "enfiada" dentro do vagão por homens-ogros que se divertem com a lei dos mais fortes sobrevivem. Pequena que sou, além de mãos e pés atados, minha respiração também ficou comprometida, não tinha ar ali embaixo e os homens-ogros empurravam e empurravam mais e mais.
Em algum momento você é obrigada a aceitar algum tipo de molestamento (existe isso?) bom não sei se a palavra existe mas a situação sim! a mão na minha bunda ou qualquer outra coisa na qual eu não sabia da onde vinha, se era homen ou mulher.
Agradeci a Deus pelo meu emprego e por usar isso apenas uma vez por semana mas ao olhar em volta, rostos e feiçoes cansadas do descaso, corrupção que tira o dinheiro da benfeitoria e poe no bolso me indignei! ahh como eu queria escrever por folhas e folhas sobre esse sistema precário e medíocre do nosso país. Mas ok... to me sentindo um pouco aliviada por conseguir chegar inteira e reflexiva.

Nenhum animal merece ser transportado dessa forma, os humanos talvez sim!

As imagens falam por si.

Um comentário: