São Paulo, SP, Brazil
Mãe, filha, irmã, amiga, atriz. Escrevo meus pensamentos, minhas angustias, meus encantos e desencantos. Interpreto pessoas, formas, vida. Leio de pouco um tudo e decoro textos, rostos, amores. Viajo distante pra dentro e fora de mim. Meu senso de justiça não permite que eu seja boazinha, mas também não sou má. Acredito sempre que existe recuperação em seres realmente humanos. Apaixono e desapaixono com facilidade, mas amo incondicionalmente. Acredito em fantasias, fadas e tudo que possa fazer bem para a alma, mas elevo meus pensamentos, agradecimentos e desejos a Deus. Cristiane Rosa (A Puguinha)

Publicações

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Na Noite

O Grupo Ruídos surgiu no ano de 2009, no CEU Vila Rubi, localizado na Zona Sul de São Paulo, dentro do Projeto Teatro Vocacional. A partir de vários exercícios e de um trecho de "As cidades e a memória 1" de Ítalo Calvino, surgiu uma imagem que detonaria todo o processo de pesquisa do grupo: "Um homem isolado em seu quarto com medo de baratas que o atormentavam". Partimos então da pergunta: "Quais são as suas baratas?", "O que te incomoda?". Um exercício cênico foi montado e apresentado no final do ano de 2009 e a partir dessas questões e de outras que vêm surgindo, a pesquisa tem sido a colagem e recriação de textos dos Artistas do grupo, Clarice Lispector, Bertolt Brecht e Harold Pinter.

"Um casal com questões individuais perturbadoras tenta manter um relacionamento de 25 anos.
Esses conflitos internos ultrapassam os limites da crueldade, levando o espectador a se questionar o que ele vê mas não enxerga e o que ele tem de tão cruel camuflado. Um processo que não tem pretensões de chegar ao fim e que tende a cutucar e incomodar cada vez mais, mas sempre com um toque sutil que a perversidade pode trazer."
Artista Orientadora: Carmem Soares
Grupo: Carlos Lorenzo, Cristiane Rosa e Maria Nascimento



MOSTRA FINAL REGIONAL TEATRO VOCACIONAL

É, o Vocacional realmente foi uma escola pra mim, nem gosto muito de usar essa palavra escola, mas foi lá ou aqui que eu aprendi e estou aprendendo.

Aprendi que não sou atriz, que sou um ser-humano-criador e que tudo posso mas que não posso fazer qualquer coisa e pode ser até redundante mas qualquer coisa também pode ser desde que você respeite e passe a valorizar o que você gosta e não a criticar o que não gosta.


Esse programa realmente e definitivamente abriu minh'alma para o ser, para o outro e para o potencial de cada um.

Obrigada Programa Vocacional

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

DIA DA CONCIÊNCIA NEGRA?

"Dia da Conciência Colorida"

Morena clara que sou
com cabelos loiros
boca vermelha
vejo tudo azul

somos colors

com meus olhos brancos
em minhas veias verdes
circula o sangue mais vermelho
quente como o laranja da pele doente

somos gente

unhas coloridas
mundo cor-de-rosa
pardos nascemos
roxos ficamos

somos livres

o asfalto é escuro
o céu é claro
minh'alma é negra

somos seres
somos humanos

Cristiane Rosa - primavera 2008