São Paulo, SP, Brazil
Mãe, filha, irmã, amiga, atriz. Escrevo meus pensamentos, minhas angustias, meus encantos e desencantos. Interpreto pessoas, formas, vida. Leio de pouco um tudo e decoro textos, rostos, amores. Viajo distante pra dentro e fora de mim. Meu senso de justiça não permite que eu seja boazinha, mas também não sou má. Acredito sempre que existe recuperação em seres realmente humanos. Apaixono e desapaixono com facilidade, mas amo incondicionalmente. Acredito em fantasias, fadas e tudo que possa fazer bem para a alma, mas elevo meus pensamentos, agradecimentos e desejos a Deus. Cristiane Rosa (A Puguinha)

Publicações

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Dona do Meu Nariz

meu nariz é assim
no meu rosto
da minha cabeça
do meu corpo

eu acho que meu nariz é meu
minha mãe diz que não
eu não sou dona do meu nariz
minha mãe é quem diz

o nariz dela ta nela
o meu nariz ta em mim
se meu nariz é dela
o dela pertence a mim

ela disse assim:
quando crescer serás dona da própria vida
enquanto não vem
lhe entrego a minha.

Cristiane Rosa (Verão 2009 para minha filha Maria Eduarda)

DIA DAS CRIANÇAS - Estrela Do Céu no Mar

Estrela Do Céu no Mar primavera 2008.

menina olhou pra trás
e lá trás tinha um túnel
andou, andou até encontrar Estrelas Do Céu
o túnel não subia, nem descia, nem era longo, também não era curto
menina pegou uma Estrela Do Céu que brilhava em sua mão
com dedinhos iluminados a menina voltou...

menino olhou pra trás
e lá trás tinha um túnel
andou, andou até encontrar areia
o túnel não subia, nem descia, nem era longo, também não era curto
menino pegou um pouco de areia que escorregava de sua mão
com dedinhos sujos o menino voltou...

menina e menino pensaram, pensaram no que fazer
menino com a cuca confusa fez sem pensar
jogou areia em cima da Estrela Do Céu que começou a se apagar
menina então começou a chorar
e menino a se desesperar

menino e menina olharam pra trás juntos
e lá trás tinha um túnel
andaram, andaram e encontraram o mar
menino consolava a menina
que levou a Estrela Do Céu para se lavar
Estrela Do Céu não voltou a brilhar

mas Estrela Do Céu respirou
então menina entendeu que a Estrela Do Céu gostou do mar
menino com a cuca confusa disse sem pensar:
joga a Estrela Do Céu no mar e vamos ver no que vai dar

dos olhos da menina outra lágrima caiu
e da Estrela Do Céu se despediu
menino com carinho jogou a Estrela Do Céu que no mar virou Do Mar
neste instante o sol veio a brilhar

e a Estrela Do Céu que virou Do Mar reluziu
menina riu
menino com a cuca confusa disse sem pensar:
juntos na tristeza e desespero criamos a Estrela Do Mar.

Cristiane Rosa